Pessoas e pessoas

|
Existem varios tipos de pessoas nesse mundo. Aquelas que nos fazem odiá-las e aquelas que nos fazem amá-las. Mas tambem existem aquelas que, no primeiro momento passam desapercebidas, mas depois causam tamanho espanto - no bom sentido é claro........
Falo isso porque a vida está cheia de possibilidades. Pessoas legais existem em todos os lugares, basta reconhecê-las.

Por isso, sempre presei pelo conhecimento. No AMPLO sentido da palavra.

Conhecer é viver e na maioria as vezes é se deparar com o nosso insucesso em classificar as pessoas.

Ah......vai dizer que tu nunca classificou alguem?

Aquele é chato, esse é ranzinza, essa é cheia e blá blá blá.

Que bom que o tempo está aí pra nos mostrar o contrário.

Basta estarmos abertos........braços abertos, peito aberto, cara limpa.........

Me dá a mão
Me leva embora
Passou da hora, já bebi demais
Ninguém mais me considera
só velhos, bêbados e animais.

Madness

|
Costumo confiar bastante nas pessoas. Não considero isso ruim, apesar de na maioria das vezes acabar me decepcionando.

Escrevendo isso, me recordo de vários momentos em que me senti injustiçada, enganada, e de certa forma traída. O último deles não tem uma semana e ainda me incomoda ao lembrá-lo. Não convém transcrever o acontecido. O fato em si não importa. O que importa mesmo é a repercussão que ele teve em mim e as lembranças que foram resgatadas.

Não há tristeza maior do que a decepção. Normalmente ela vem das inúmeras projeções que fazemos em relação ao outro, seja ele íntimo ou não. Seja nos relacionamentos amorosos ou profissionais. Esperar que as pessoas ajam conforme o que acreditamos ou esperamos é a maior burrada que pode existir.

Cada ser humano é único, operando de formas distintas. Considerando isso, é humanamente impossível saber exatamente como as pessoas se comportarão diante de uma dada questão. Existe aqueles que literalmente aniquilam sua própria imagem agindo de forma completamente insana, desejando a todo custo impor suas vontades, mesmo que isso signifique prejudicar o próximo.

Mas aí vem a pergunta: onde estavam os sinais????? Onde eu me perdi?????

Fazer o bem definitivamente não significa receber o bem!!!!!

O preço das escolhas!

|
Tudo tem um preço. Acho que já sabíamos disso.

Mas assumir a responsabilidade pelas nossas escolhas é o maior dos desafios.

Escolher significa sempre se privar de algo ou alguém em prol de outra situação que julgamos ser melhor. Pelo menos era o melhor naquela ocasião, mas isso não significa que deva pemanecer sempre assim.

Muitas escolhas são influenciadas pelo momento em que estamos vivendo, mas também pelo ambiente em que estamos inseridos. Ou ainda, por algumas pessoas que tentam nos dissuadir de qualquer forma, julgando a coerência das nossas decisões.

Não tenho o hábito de me arrepender das minhas escolhas, mas nesse momento tenho repensado várias delas.

Não que isso vá mudar a minha vida em algum sentido até agora. Mesmo porque, não há nada que eu possa mudar em relação ao que já vivi, mas posso planejar escolhas melhores para o meu futuro.

A grande questão é: Você quer pagar o preço? Ou melhor, está preparado pra isso???

Entre querer e estar preparado existe o abismo do medo. É ele que nos protege, mas também nos priva.

"Tenho juizo, mas não faço tudo certo, afinal todo paraíso precisa de um pouco de inferno!" Martha Medeiros

Última descoberta

|
Natural Blue - MOBY 07/06/2009


Impossível ficar parada.

video